Voltar

Transferência de Crédito

Twinkloo - Dezembro 5, 2019

Devo transferir o meu crédito habitação para outra entidade bancária?

O crédito habitação é sem dúvida um dos produtos financeiros com maior peso no orçamento das famílias portuguesas. Por ser um crédito com um prazo de amortização maior, uma pequena variação da taxa de juro ou dos custos dos produtos associados pode fazer toda a diferença!

Mas a primeira questão que surge neste tema será: posso transferir o meu crédito?

O grande sonho é reduzir esta despesa financeira ao máximo de modo a conseguir algum conforto na carteira, no entanto, há sempre algumas dúvidas neste processo que parece tão complicado e muitas vezes pouco eficaz.

 E sim, por norma, pode transferir o seu crédito de habitação para outro banco a qualquer momento do contrato, no entanto, pode ter alguma cláusula no contrato inicial que não o permita fazer, cada caso é um caso.

Antes de tomar qualquer decisão deve estudar se esta mudança realmente lhe trará benefícios.

Alguns fatores que podem influenciar a sua decisão:

  • Taxa de juro

Neste momento, os bancos estão a apresentar taxas de juro baixas comparativamente com os anos anteriores, atualmente, existem bancos a apresentar spreads inferiores a 1%, a taxa Euribor encontra-se negativa o que é sempre uma mais valia para o consumidor. O resultado desta “soma” pode significar uma grande poupança para si se contratou o empréstimo há alguns anos com um spread elevado.  

  • Condições do seu crédito

Conseguir uma taxa menor pode não significar um crédito melhor. Deve verificar sempre quais são as penalizações e custos associados a esta transferência de crédito habitação, por vezes existe um tempo mínimo para que lhe seja autorizado esta mudança de banco.

  • Seguros

Componente importantíssima associada ao crédito, não é obrigatório tê-los através de uma seguradora do banco, mas por vezes pode compensar (bonificação de spread). Tente sempre analisar e comparar as duas situações, seguros dentro ou fora do banco.

  • Produtos Associados

Para a bonificação do spread, os bancos podem exigir a contratação de produtos associados ao crédito, esta exigência e tipo de produtos pode variar de banco para banco. É muito importante fazer esta análise e entender as diferenças que possam existir. Tudo influenciará as contas finais!

  • Custos de Transferência

É um dos principais fatores de desistência nas transferências de crédito. Existe uma comissão a ser paga para que esta transferência seja possível, a chamada comissão por reembolso antecipado. Caso tenha contratado um empréstimo a taxa fixa, terá que pagar 2% sobre o montante do financiamento em divida, na taxa variável, o custo será de 0,5% da divida. Mas existe boas notícias, são várias as entidades bancárias em Portugal que assumem os custos desta comissão como de algumas outras para a realização do processo.

Resumindo

A informação pode ser a chave de uma maior poupança. Tente estar atento ao mercado e acompanhe as flutuações da taxa de juro. O que pode não ser vantajoso hoje poderá ser amanhã. Não deve comprometer o seu orçamento, calcule o que pode poupar, mas também os custos que poderá ter com este tipo de operação.